SIMED vai à Justiça para defender médicos em ação que impõe nova carga horária nos hospitais

SIMED vai à Justiça para defender médicos em ação que impõe nova carga horária nos hospitais

O Sindicato dos Médicos (SIMED-TO) aguarda para esta semana ainda uma decisão da Justiça para que ingresse na ação civil pública que definiu pela implementação da Portaria 247/2018 com nova carga horária nos hospitais.

O pedido à Justiça Federal para participar da ação, já apresentado pelo corpo jurídico da entidade, é necessário por se tratar de ação civil ajuizada pelo Ministério Público Federal, Ministério Público do Estado do Tocantins e pela Defensoria Pública do Estado do Tocantins em face da União e do Estado do Tocantins.

Assim que for aprovado o ingresso do sindicato, o corpo jurídico do SIMED-TO vai defender a pactuação final da portaria em discussão na Mesa Estadual de Negociação Permanente do Trabalho no Âmbito do Sistema Único de Saúde do Tocantins e mostrar à Justiça que a Portaria 247 impõe uma carga horária além da escala normal, com servidores sendo obrigados a trabalhar além das horas dos respectivos cargos.

O SIMED-TO acredita que até sexta-feira já poderá apresentar a defesa dos médicos na Justiça Federal.

justicafederal

 

983 Total de acessos 4 Acessos hoje

Compartilhe

Comentário (1)

  • arthursvo@gmail.com Responder

    Que absurdo! Favor observar as incoerências!

    23/01/2019 at 18:03

Deixe um comentário

Your email address will not be published.