Nota sobre os novos contratos temporários

Nota sobre os novos contratos temporários

Considerando a deliberação dos médicos contratados em assembleia realizada em janeiro deste ano, na sede o Sindicato dos Médicos, de que o contrato temporário firmado entre médicos e o governo do Tocantins teria de passar pela entidade sindical, e, diante da Medida Provisória nº 6, editada pelo Poder Executivo, que acrescenta como cláusula obrigatória para a contratação de especialistas a apresentação de metas de atendimento, no ato de assinatura do contrato, o SIMED-TO reforça aos médicos a importância de apresentar junto ao sindicato a minuta do contrato para que seja analisada pela entidades. É uma forma de evitar qualquer contratualização de itens ou cláusulas que representem infração às normas e às condições de trabalho do médico.

Janice Painkow
Presidente

372 Total de acessos 1 Acessos hoje

Compartilhe

Deixe um comentário

Your email address will not be published.