SIMED aponta erros da MP do plantões e defende conversão justa em audiência na Assembleia

SIMED aponta erros da MP do plantões e defende conversão justa em audiência na Assembleia

A presidente do Sindicato dos Médicos (SIMED) Janice Painkow fez as mais contundentes crítica à Medida Provisória nº 5, que dispõe sobre a carga horária nos hospitais, durante audiência pública na Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (24/4).

Janice estava na mesa ao lado do presidente da Comissão de Defesa do Consumidor, deputado Elenil da Penha (MDB) e demonstrou que houve cerceamento do governo aos servidores na edição da norma, apontou erros bárbaros da proposta, como o que fraciona o descanso semanal dos profissionais, e pediu responsabilidade do Parlamento para debater e aprovar uma carga horária justa para os médicos. Além da presidente, acompanharam a audiência o vice-presidente, Hélio Maués e o secretário Adjunto de Relações de Trabalho Reginaldo Abdalla.

“Tenho muita esperança, pensando na legislação, por estar dentro da Casa de Leis, eu acredito que a lei vai ser aplicada e nós só queremos o que está na lei. Não queremos mais do que está na lei, nós não queremos uma hora a menos, uma hora a mais e é por isso que nós estamos aqui”, disse.

Após a audiência, Janice demonstrou confiança no resultado do debate e disse que todos os deputados, autoridades e população presente, perceberam a necessidade de ajustes no texto para solucionar a crise que se agravou a partir das medidas equivocadas da gestão.

Confira nos vídeos as intervenção do SIMED:

337 Total de acessos 1 Acessos hoje

Compartilhe

Deixe um comentário

Your email address will not be published.