O Sindicato dos Médicos no Estado do Tocantins refuta, mais uma vez, as informações inverídicas divulgadas pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) sobre a jornada de trabalho.

Ao contrário do que a SES divulga, não houve deliberação consensual sobre portaria para disciplinar a jornada de trabalho das categorias na Mesa de Negociação do SUS.

Trata-se de manobra da gestão para não pactuar a jornada de trabalho na forma preconizada no Plano de Cargos, Carreira e Remuneração.

O SIMED reforça mais uma vez sua discordância em relação ao quantitativo de plantões e reafirma que continua atuando para mostrar a injustiça cometida contra os trabalhadores da saúde.