Assim que recebeu notificação da Justiça da confirmação de que a ação que obriga o Estado a implantar os 25% de reajuste nos salários dos médicos filiados, o Sindicato dos Médicos fez o pedido para a execução imediata da sentença que transitou em julgado (sem chance de recursos).

Em despacho na sexta-feira, 23 de agosto, o juiz José Maria de Lima mandou intimar o Estado do Tocantins para cumprir essa sentença em 15 dias a partir da notificação.

O acórdão reconheceu o direito dos médicos filiados ao Sindicato dos Médicos (SIMED-TO) de ter aplicado sobre o salário o reajuste de 25% concedido e retirado em 2007 pelo governo estadual.