O Sindicato dos Médicos no Estado do Tocantins (SIMED-TO) externa profundo pesar pelo assassinato do médico Ricardo Maciel Catuladeira Miranda, aos 55 anos, em pleno exercício da medicina no Hospital Municipal de Santa Rosa do Tocantins, a 140 km da capital, nesta terça-feira, 1º de dezembro.

Carioca, dr Ricardo, habilitado para exercer a Medicina no Tocantins desde 2007, quando se registrou no CRM sob o número 1794, perdeu a vida dentro de uma Unidade Básica de Saúde (UBS) da Família no sudeste do Estado, enquanto prestava seu serviço médico de excelência à saúde dos tocantinenses.

O SIMED-TO conclama as autoridades públicas que investiguem e esclareçam essa morte tão violenta e promovam justiça ao profissional, de exímia conduta, e aos familiares, amigos e pacientes, aos quais a entidade manifesta solidariedade e apoio neste momento de infortúnio.