Com grande pesar o Sindicato dos Médicos no Estado do Tocantins (SIMED-TO) lamenta o falecimento do médico Eduardo Komka Filho aos 66 anos de idade.

Eduardo Komka Filho faleceu em Passo Fundo (RS), após infectar-se com o novo coronavírus durante viagem ao seu estado Natal. Em meados de fevereiro iniciou com os sintomas, internou-se no Hospital de Canela e, devido à piora do quadro, foi transferido para o Hospital das Clínicas de Passo Fundo (RS), onde faleceu nesta segunda-feira, 15 de março, às 4 horas.

Gaúcho de Porto Alegre, onde nasceu a 30 de março de 1954, Komka atuou como médico no Tocantins de junho de 1994 até se aposentar, após décadas de atuação em prol dos tocantinenses como cirurgião geral.

Também atuava no serviço público como médico legista da Secretaria da Segurança Pública do Tocantins, desde 2003, e teve reconhecida atuação como médico trabalho por sua prestação de serviço exemplar.

O SIMED-TO lamenta profundamente a perda inestimável para a medicina do Tocantins de um profissional tão admirado, bem humorado, amigo exemplar e respeitado por sua atuação polivalente, e manifesta solidariedade à família, amigos e pacientes, em especial à médica Dra. Maria Regina Komka, às suas três filhas, Marina, Joana e Julia.

O sepultamento será em Porto Alegre no cemitério Jardim da Paz hoje às 17h30.

Médico Eduardo Komka Filho