Uma das primeiras médicas a atuarem no Tocantins após a criação do Estado, a secretária de Finanças do Sindicato dos Médicos (Simed-TO) Janice Painkow recebeu na manhã desta quinta-feira (19 de agosto) o título de Cidadã Portuense. A solenidade ocorreu na escola Jacinto Bispo, em Luzimangues, distrito de Porto Nacional, vizinho a Palmas.

Janice recebeu o título das mãos de Zeneide Pereira Franco Soares, mãe do vereador Soares Filho (SD), autor da proposta da honraria. Maranhense de Poção das Pedras, Soares fez carreira na comunicação social no Tocantins e elegeu-se vereador como representante do distrito em 2020 e escolheu a médica por conta da ligação de Janice com a saúde pública do distrito.

Ao receber o título, a médica lembrou sua trajetória até formar-se na Universidade Federal do Pará e escolher Miracema como primeira morada após a criação do Tocantins e depois Palmas, de onde passou a trabalhar no posto de saúde do distrito. Janice destacou que sempre sonhou com o Tocantins e, mesmo gaúcha, se apresenta como tocantinense e o título lhe permitia realizar um sonho.

“Com ele, permitem tornar-me tocantinense porque passo a ser cidadã portuense, cidade da maior importância e legado cultural e político na história de emancipação e de formação do Tocantins”, disse.

Janice agradeceu ao vereador e ao legislativo portuense e à comunidade do distrito. “Quero expressar toda a minha gratidão a cada pessoa da comunidade de Luzimangues, que me acolheu e me proporcionou fazer o trabalho da forma que eu fiz, da forma que acreditei”.

“Sem vocês, sem a vivência que tivemos aqui e se toda essa experiência não tivesse sido boa, eu tenho certeza que o vereador Soares Filho e o nobre Parlamento portuense não teriam se lembrado dessa médica para me prestar tão honrosa homenagem, que recebo hoje com felicidade imensa diante de vocês, meus pacientes, meus amigos e amigas, minha família”.

Perfil

Janice Painkow Rosa Cavalcante nasceu no dia 2 de junho de 1962, filha do gaúcho de Três Passos Ennio Painkow, que se estabeleceu na região de Lagoa da Confusão e Cristalândia no ano de 1963, e de Luzia Straus Painkow, que faleceu quando Janice era bebê.  

Com a morte da mãe, Janice foi criada pela família do sul do país até a adolescência, quando ingressou no curso de Medicina da Universidade Federal do Pará (UFPA).

Com a criação do Tocantins, Janice obteve o registro de número 150 no Conselho Regional de Medicina (CRM-TO) e prestou concurso para médica, com início no serviço público estadual no dia 30 de junho de 1994.

Da capital provisória Miracema, Janice se estabeleceu em Palmas, onde atuou com uma medicina voltada para a atenção básica e se especializou em Saúde da Família, pela UFG.

No exercício como clínica geral, com uma medicina voltada para as reais necessidades dos pacientes, fez história no Programa Saúde da Família em Luzimangues, distrito de Porto Nacional, do qual saiu após tornar-se a primeira mulher eleita para presidir o Sindicato dos Médicos (SIMED-TO) do Estado do Tocantins, em 2009.

Na sua vida em defesa da saúde de qualidade para os tocantinenses e brasileiros, Janice tem participação relevante no movimento médico nacional, por sua atuação como secretária de educação permanente da Federação Nacional dos Médicos (Fenam).

Janice coordenou o curso de Educação Médica Continuada do CRM-TO, entidade da qual já foi conselheira federal e primeira secretária.

A médica é uma das fundadoras da Federação Médica Brasileira (FMB), entidade representativa da categoria médica brasileira, criada em 2015. No mesmo ano, elegeu-se vice-presidente da FMB para a gestão 2015-2018. Foi reeleita no mesmo cargo para a gestão 2018 a 2021.

Em 2020, deixou a presidência do Sindicato dos Médicos, tornando-se secretária de Finanças da entidade. Aposentada do serviço público estadual, Janice Painkow continua na batalha pela saúde que o tocantinense merece, atuando como membro do Conselho Estadual de Saúde do Tocantins (CES-TO), representando a classe médica.